Fala Guto: Perdoe-se




perdoar
verbo
1. 1.
transitivo direto, transitivo indireto e intransitivo
conceder perdão a.
"perdoa (a)os inimigos"
2. 2.
transitivo direto e bitransitivo
desculpar, relevar (dívida, ofensa etc.).
"perdoamos(-lhes) todas as injúrias"

Às vezes a vida vem e dá uma rasteira na gente. Como um bando de raparigas em flor, ela muda as nossas expectativas, nos coloca diante de abismos que ou nos atiramos, ou somos atirados.

Sei que Deus trabalha intensamente com o perdão. Dentro de mim, dentro de ti, dentro de nós. E dentro de mim ele vem fazendo uma faxina. Isso porque eu erro muito. E admito, sem o menor pudor: sou errado e sou errante. E erros são cometidos e, principalmente, comedidos – eu sei. 

E tudo depende muito de pontos de vista – claro. 

E, por isso, o processo do perdão seja tão dolorido. Porque ele começa pela gente. É preciso, antes de perdoar, perdoar-se. E perdoar-se requer uma atenção redobrada para si mesmo. Um olhar sensível para os seus sentimentos, seus pensamentos, suas atitudes e tudo aquilo que você é e representa. 

Viver tem que ter tudo a ver com limites. Nós precisamos reconhecer os nossos.

Quando a gente se perdoa, a gente aceita que corrompeu, negligenciou, permitiu e cometeu abusos. Isso porque todo o processo de perdão envolve duas partes que, muitas vezes, estão certas dentro de suas razões. E, enquanto não houver aceitação de que “sim, eu também errei”, não há espaço para que o perdão aproxime-se de ti e te abrace. E abraçar o perdão é aceitar que o que passou já ficou para trás. 

Livre-se das tuas culpas. Livre-se dos teus erros. Livre-se de tudo aquilo que entristece a alma e paralisa o coração. Reconheça-se como sujeito de sua própria história e assuma as suas missões. Com humildade, generosidade e amor: por si mesmo, pelo próximo, pelo mundo, pela vida. E ame. Acima de tudo, ame. E não se esqueça: aprenda a perdoar porque você também erra. 

Quando erramos, costumamos nos machucar. Machucar os outros. E mesmo que toda a dor de uma ferida passe, acaba que sempre fica um buraco aberto. Ali, podemos a) deixar que o vento passe e acumule poeira ou b) que uma semente se plante e uma flor venha a brotar.



0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita! Comentários construtivos são sempre bem-vindos!
Caso tenha um blog, deixe o link do mesmo junto de seu comentário para que possamos retribuir a visita!