A parte que falta e A parte que falta encontra o grande O


Sinopse A parte que falta : "O protagonista desta história é um ser circular que visivelmente não está completo: falta-lhe uma parte. E ele acredita que existe pelo mundo uma forma que vai completá-lo perfeitamente e que, quando estiver completo, vai se sentir feliz de vez. Então ele parte animado em uma jornada em busca de sua parte que falta. Mas, ao explorar o mundo, talvez perceba que a verdadeira felicidade não está no outro, mas dentro de nós mesmos.Neste livro, leitores de todas as idades vão se deparar com questionamentos sobre o que é o amor e quanto dependemos de um relacionamento ou parceira para nos sentirmos plenamente felizes."Sinopse A parte que falta encontra o grande O : "Na continuação do clássico A parte que falta, Shel Silverstein reflete com sua poesia singela e emocionante sobre amor-próprio e completude. Um livro infantil para todas as idades. A parte que falta está em busca de alguém para completar. Após ser abandonada pelo ser circular, ela aguarda um par perfeito em que possa se encaixar. Ela quer conhecer o mundo, e precisa de alguém que a faça rolar. Mas muitos seres não sabem nada sobre encaixe, outros já têm partes demais e alguns não sabem nada de nada. A parte que falta até encontra um encaixe perfeito, mas sua jornada juntos dura muito pouco. Até que ela se depara com o Grande O, um ser completo, que rola sozinho, e que pode dar a ela um ensinamento que mudará seu modo de enxergar a vida. Nesta história, leitores de todas as idades vão refletir junto com a parte que falta sobre como podemos nos transformar e descobrir como evoluir nosso amor-próprio. Afinal, será que não podemos todos rolar por nós mesmos em nossas jornadas? “Eu quero dar esse livro para todas as pessoas que eu conheço.” — Jout Jout “Não era um pedaço de pizza. Nem um chapéu de palhaço. Desista se pensou numa casquinha de sorvete… Aqui conhecemos a parte que falta — e que queria companhia. Ela desejava ver o mundo. Quem seria delicado, divertido e inteligente para levá-la? Entre algumas decepções, percebeu que também decepcionava. Até que o Grande O apareceu e, sem querer, ensinou-lhe que tudo pode rolar!” — Fernanda Takai""




Título: A parte que falta
Autor: Shel Silverstein
Ano: 2018
Editora: Companhia das Letrinhas
Número de páginas: 112
Compre: Amazon




    

Título: A parte que falta encontra o grande O
Autor: Shel Silverstein
Ano: 2018
Editora: Companhia das Letrinhas
Número de páginas: 120
Compre: Amazon









     Olá gente bonita, vim trazer hoje para vocês as minhas impressões sobre a leitura desses livros. Porém, já estou há alguns dias ensaiando para escrever essa resenha, e ela foi uma das mais difíceis de fazer até hoje. Os livros, apesar de serem considerados infantis, são muito profundos e complexos, e por isso mesmo, estão abertos a várias interpretações, dependendo da sua vida, dos seus conhecimentos e até da época que você vai lê-los, resumindo, este é um livro que é diferente para cada leitor.
    Esses são livros considerados infantis, porém a interpretação da criança não será tão profunda e nem tao completa quando a dos adultos, mas não deixará de agrada-las. O autor Shel Silverstein nasceu em Chicago, nos Estados Unidos em 1930 e faleceu em 1999, publicou vários livros infantis que foram publicados em várias línguas, sendo seu livro mais famoso "Leocádio, o leão que mandava bala" e "A árvore generosa".  
     A parte que falta foi publicado em 1976 e é um livro de ilustrações extremamente simples, em preto e branco, com pouquíssimas partes textuais, onde nos deparamos com um ser redondo que passa a vida a rolar procurando a parte que lhe falta e enquanto está nessa busca passa por várias aventuras. Este livro provoca muitas reflexões e para mim, a mais importante para adultos, é sobre o fato de que o ser humano nunca se sentirá completo, sempre achará que lhe falta algo, e por isso passa despercebido por todas as pequenas felicidades da vida, como os amigos, a natureza e o próprio viajar. Para as crianças, achei muito interessante a reflexão no trecho do livro que fala que hora estamos na frente e hora somos ultrapassados, na realidade essa é a beleza da vida.

"...e às vezes ultrapassava um besouro
e às vezes o besouro o ultrapassava..."
     
     No livro A parte que falta encontra o grande O, temos a história da parque que falta, um ser triangular que acha que só poderá viver e rolar pelo mundo depois que for parte de alguém maior, um ser rolante. Para mim esse é um livro que fala sobre relacionamentos, e como muitas vezes tentamos nos modificar apenas para estar com alguém, como o fato de sermos pequenos demais, ou grandes demais pode incomodar algumas pessoas, ou como o fato de você crescer e o outro não te acompanhar pode causar alguns problemas, sobre o fato de pessoas precisarem de muitas partes para serem completas e de outras quererem muito mais partes do que você pode oferecer. Esse também é um livro que fala sobre dependência, como muitas vezes precisamos nos apoiar em alguém porque não nos sentimos capazes de realizar nossos sonhos sozinhos, nem que seja apenas sair rolando por aí.
     Esses dois livros se completam muito bem, e apesar de ser uma leitura extremamente rápida, ela nos causa muitas reflexões e mesmo após várias leituras, cada hora conseguimos extrair coisas diferentes dessa história, esses são livros com indicações para todas as idades e em qualquer fase da vida, um livro que precisa de várias leituras para ser completamente entendido, e que em cada fase da vida vai te trazer uma lição muito diferente. O autor nos faz refletir com traços e palavras tão simples, e nos faz entrar em nós mesmos para conseguirmos entender algumas questões muito importantes:

     O que te impede de rolar? O que te impede de curtir sua vida e ser feliz? Será que não podemos encontrar a felicidade da vida apenas curtindo o caminho pelo qual ela nos leva?

   Você já leu esse livro? Se leu deixa aqui nos comentários o que você achou dessa história e que lição você tirou para sua vida. Caso não tenha lida, esta esperando o quê?
     Beijos e até a próxima resenha gente!!!












7 comentários:

  1. Olas!

    Conheci A Parte que Faltava com o vídeo da Jout Jout e me apaixonei por esse livrinho, já faço planos de da-lo a varias pessoas de presente.

    Não sabia do segundo livro, mas ja quero lê-lo também!

    Ótima resenha!

    Beijos Carol
    www.thereviewbooks.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá.

    Adorei a resenha. É a segunda, na verdade, que leio sobre eles e só elogios. Não sei se é assim, mas me parece como "o pequeno príncipe", né? Que parece um livro infantil, mas é cheio de lições e aprendizados. Adoro livros assim.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  3. Olá...
    Não estou muito habituada a ler livros desse tipo, mas, fiquei tão encantada com suas palavras e sua resenha que fiquei muito interessada em realizar a leitura! Achei a premissa muito legal e com certeza é um livro com ensinamentos lindos.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Os dois livros estão na minha lista de desejos, seja pela sua complexidade, seja pelas reflexões que despertam no leitor, ainda mais quando se diz respeito do nosso descontamento com nossa realidade. Falar sobre relacionamento me desperta para o amor próprio. Ler sua resenha reforçou meu desejo, espero ler em breve.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esses livros e confesso que apesar de não terem chamado minha atenção foi super positivo saber um pouco mais do enredo dele. Parabéns pela leitura e valeu pela dica. Beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Ana!
    Eu já tinha visto esses livros, mas não sabia que a história era tão profunda. Como um livro para crianças pode trazer mensagens reflexivas e maravilhosas.
    Amei saber a sua opinião sobre o livro e se tiver oportunidade vou ler.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Ana Claudia.

    Estou lendo vários elogios sobre este livro que estou bem curiosa para lê-lo. Ainda mais agora que li sua opinião e você mencionou que ele é um daqueles livros considerados infantis, porém a interpretação da criança não será tão profunda e quanto dos adultos. Será bom os adultos lerem com os filhos para ajudar na compreensão. Parabéns pela resenha.

    Bjos
    http://historiasexistemparaseremcontadas.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita! Comentários construtivos são sempre bem-vindos!
Caso tenha um blog, deixe o link do mesmo junto de seu comentário para que possamos retribuir a visita!